segunda-feira, 4 de maio de 2009

Xadrezinho Cauda de Lira (Dicrossus filamentosus)

Xadrezinho Macho Cauda de Lira

- Caracteristicas:
Nome popular:Xadrezinho Cauda de Lira
Nome científico:Dicrossus filamentosus
Família:Cichlidae (Ciclídeos)
Origem:Brasil (Bacia Amazônica)
Sociabilidade:casal
Comportamento:pacífico
pH:6.4
Temperatura:26ºC
Tamanho adulto:4.0cm
Tamanho do aquário:40L

Femea de Xadrezinho não tem a cauda de Lira

Para sexar esta especie antes da lira (exemplares jovens) é quase impossível a sexagem! Mas quando adultos o macho é maior, mais colorido e tem a lira!

1-Habitat:

Distribuição: América do Sul: Bacia do Rio Amazonas, drenagem Rio Negro (Brasil); bacia do Rio Orinoco, desde Rio Inírida na Colômbia; Rio Maripa na Venezuela

Biótopo: Águas negras; lênticoAmbiente: bentopelágico; Água doce

pH range: 5.0 - 7.0

dH range: <>

Clima: tropical; 24º - 29ºC

2-Informações sobre a espécie

Temperamento: Extremamente Pacífico

Comportamento: Pacífico

Sociabilidade: Grupo (excelente com outras espécies)

Tamanho máximo: 6cm (4cm fêmeas)

Alimentação: Onívoro. Larvas de insetos e pequenos invertebrados. Aceitam facilmente rações para ciclídeos e outros alimentos comerciais; fornecer alimentos vivos regularmente.

Nível de dificuldade: Fácil

Importância:

aquário: espécie comercial

Idade máxima registrada: Estimativa de 4 anos

Peso máximo registrado: -- IUCN

Red List: Não

Morfologia: Corpo alargado e tubiforme. Sua coloração possui uma série de manchas negras e brancas alternadas, similar a um quadrado, em duas diferentes linhas horizontais, que lhe atribui o nome de xadrez.

Características: Espécie bastante tranqüila e de rara beleza. Provem de biótopo amazônico, convivendo junto com Neons, Discos e outros peixes comuns. Há contradições acerca se são hermafroditas. Alguns evidenciam que são hermafroditas proteróginos, onde a maioria dos indivíduos de um mesmo grupo nascem fêmeas, tornando-se machos os indivíduos mais fortes, que logo controlarão o harém de fêmeas. Este fenômeno é documentado ainda em membros do gênero Crenicara (C. punctulata). Há outra versão indicando que os machos demoram para desenvolver seu dimorfismo externo, sendo bastante similar as fêmeas por bastante tempo, podendo ser confundido, e "tardiamente" desenvolve seu dimorfismo sexual (nadadeiras longas e coloração mais exuberante que das fêmeas) evidenciando tratar-se de indivíduos machos.

3-Reprodução & Dimorfismo sexual

Reprodução: Ovíparo. Disseminador de substrato. Ovos eclodem em até 3 dias. Machos mostram-se prontos para desova quando apresentam linha negra horizontal continua, similar aos Apistogrammas, descaracterizando o xadrez habitual pelo seu corpo.

Dimorfismo Sexual: Machos são maiores com nadadeira caudal em forma de lira, raios extremos mais largos e coloridos. Fêmeas são menores e nadadeira caudal arredondada.

4-Aquário & Conselhos

Aquário Mínimo: 60x30x30 (54L)

Conselhos: Mantê-los preferencialmente em água ácida (6.0 ou menos) e dureza inferior a 4; água negra é bastante apreciado pela espécie, estimulando a desova; usar bastante vegetação aquática; fluxo de água deverá ser fraco; substrato fino e macio.

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget
 
Locations of visitors to this page