segunda-feira, 4 de maio de 2009

Papilocromis - Mikrogeophagus altispinosus

Nome genérico: Papilocromis
Nome científico: Mikrogeophagus altispinosus
Aquário mínimo: 50 litros
Habitat original: Bacia Amazônica
Família: Ciclídeos
Ph: min: 6,4 max: 7,5
Temperatura: min: 22ºC max: 28ºC
GH: min: 4 max: 10
Tamanho máximo: 8cm
Manutenção: Fácil
Agressividade: Mediana com os demais da mesma espécie, nula com outros peixes.
Alimentação: Onívoros. Em seu habitat natural alimentam-se de insetos, pequenos crustáceos, moluscos entre outros. Em cativeiro comem de quase tudo: comida congelada, alimentos vivos (artêmias, dáphnias larvas), flocos e grânulos.
Características: O Altispinosa, também conhecido como Papilocromis é parente próximo do Ramirezi, porém de manutenção muito mais fácil por tolerar maiores variações nos parâmetros da água e pelo fato de não rejeitar quase nenhum tipo de comida.
Encontrado em afluentes do rio Guaporé no Brasil e Bolívia; afluentes do rio Mamoré na Bolívia. São pacíficos ciclídeos anões, porém ao se manter mais de um macho, é necessário que haja bastante espaço com esconderijos de pedras e troncos,e o aquário seja densamente plantado para que possam demarcar seus territórios.
Quando formam um casal, passam a defender seu território em conjunto. Se estressado, apresenta linhas transversais negras, apresentando coloração mais escura. Gosta de passear por todo o aquário com seu jeito todo peculiar de se mover, dando curtas e rápidas arrancadas, subindo e baixando sua nadadeira dorsal. Reprodução: Sua reprodução não difere quase nada da reprodução de seu parente Ramirezi.
O "balé" pode durar até 2 dias. Após escolhido o local para a desova, geralmente uma superfície plana (pedra na horizontal ou folha larga) o macho irá limpá-lo cuidadosamente para a postura que pode chegar até os 200 ovos. Os pais cuidam dos ovos aerando-os por 3 dias quado ocorre a eclosão e então os alevinos são tranportados na boca dos pais para uma pequena depressão no substrato e ganham nado livre após 7 dias de nascidos.
Quanto à diferenças sexuais, é muito difícil de se distinguir quando jovens. Já adultos, o macho apresenta maiores prolongações nas barbatanas anal, dorsal e caudal , sua coloração é muito mais evidente e são maiores que as fêmeas.

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget
 
Locations of visitors to this page